Rival e amigo

Standard
Tão belo quando o rival
Se transforma em amigo
Não importando ser atual
Não importando ser antigo
É Herói aliado a
Guardião de Limiar
Que aliado se tornou
e passou a ajudar.

Biografia coletiva

Standard
Assistiu aula como
Quem assiste TV
Conversou como
Quem ouve música
Viveu como
Quem espera na fila.

Carta do marujo

Standard
Além-mar, amor, além-mar!
No mar afogar as mágoas
E na água horizonte avistar
Além-mar, amor, além-mar!
Quiçá a terra avistada
Tenha tudo que
prometo lhe dar.

Relativo

Standard
Oh óbvio relativo
Quem dera não fosse assim:
O que é óbvio pra você
Não é óbvio pra mim.

Poesia do sentir

Standard
Avante
Contente
Triunfante
O que sente.

Verde e amarelo

Standard
O Verde queimando pelo
Vermelho a flamejar não
Pode ser abafado por
Amarelos Sorrisos.

Sono do outono

Standard
Soa o despertador 
da primavera
Mas a Natureza
não acordou
Ainda o sono do
outono impera
Nem percebeu que
o outono acabou.

Responsabilidade

Standard
A única diferença entre
A criança e o adulto
É a responsabilidade.

Elo

Standard
Em algum ponto do caminho
As trilhas se separaram
E mesmo cada um sozinho
Apesar das milhas,
se lembraram.

Desproatividade

Standard
Não é problema meu
Comigo não morreu
Tirando da reta o seu
Vai sobrar para o Alceu.

Queda de si

Standard

Dar braçada em poça d’água
Correr sobre uma esteira
Tão inútil que gera mágoa
Tão inútil essa besteira.

Emoção contra pensamento

Standard

Por que é o pensar
Superior ao sentir?
Caro Pessoa, serei breve:
Nada tem de menor
Quem sobre emoção escreve.

Bunker

Standard

Na falta de um bom verso
Escolheu o mais complicado
Para enclausurar os sentimentos.

Marketing pessoal

Standard

Tão difícil de construir
Pode acabar num breve brado
Como castelo a ruir
É a imagem sem cuidado.

Papel

Standard

Papel assinado
Que papel?
Papel forjado
Que papel!

Curva de rio

Standard

Se o fluxo é reto no rio
Não há nenhum desafio
Mas se a água fica turva
É certo que chegou a curva.

Palavras medidas em metros

Standard

Meça suas palavras
Ou vai sair palavrão
Palavra grande demais
Não cabe nessa questão.

Contra a parede

Standard

Vai viver
Ou volte a vaiar
Vem me ver
Ou vá sem voltar.

Inspiração dos astros

Standard

Ser meteoro. Ou estrela. Ou cometa
Ainda que eu fosse como
Cometa e estrela, ah!
Como faria falta a
Gradiosidade do meteoro…

Cobertor de razão

Standard

Não é porque você está certo
Que eu estou errado
Se estás de razão coberto
Num pedaço dela estou abrigado.

Escritor autônomo

Standard

Muitos livros escreveu
Tantos que se esqueceu
Os PDFs foram sucesso
E por conta desse progresso
Ocupou lugar sem igual
Na fila do auxílio emergencial.

Não é sobre voar

Standard

Voemos avoados
Voando de avião
Atados, alados
Alçados ao chão.

Pequena jura

Standard

Felicidade plena
É sua face serena
Te juro, Pequena
Contigo casar.

Gota de tinta

Standard

Não é porque não se vê
Que não existe
Existem autores prolíficos
Que nunca publicaram nada
E criadores de antologias
Que não valeram uma gota de tinta.

Ciranda de senãos

Standard

Amados e amigos
Se dão as mãos
Ciranda de antigos
E novos senãos.

Dois

Standard

Meu rascunho só faz sentido pra mim
Seu pensamento só faz sentido pra você
E a agradável harmonia dessa desordem só faz sentido pra nós.

Chuvarada

Standard

Numa rua empoeirada
A poeira assentou
Foi depois de uma chuvarada
E então o Sol brilhou.

Mudança

Standard

Lindo e leve
Ainda que breve
Vento de mudança
Anima o fogo da esperança.

Ausência-presença

Standard

Vento soprando distante
Ora ausente
Se reflete no ar circundante
Que está presente.

Atração

Standard

Imã na cabeça
Polaridade positiva
Faz que desejo aconteça
E permite que se viva.

Atraso

Standard

Esperando um trem
Atrasado está, com meu bem
Não fosse comigo, seria com quem?
Só resta esperar, que ela vem.

Sombra

Standard

Não é sobre
vencer inimigos
É sobre controlar sua
sombra interior.

Campo florido

Standard

Além do horizonte há campo florido
Há tempos cuidado por jardineiro antigo
Por ora, meu cavalo trata de trotar
Por estrada tortuosa hei de chegar.

Rede de estrelas

Standard

Quem dera religar estrelas
Em rede cintilante
E te dar de presente
Sorrindo contente
Meu ser radiante.

Negarei se perguntarem

Standard

Ora loba, ora cordeira
Apesar da cara de boba
Me conquistou
pra vida inteira.

O atrasado

Standard

Texto chegando tarde
Antes tarde que sem texto
Texto tarde é texto que arde
Bem mais que texto cedo.

Pessoas frias

Standard

Não existem pessoas frias
Existem pessoas feridas
Se superprotegendo de
Feridas futuras.

Passado de primavera

Standard

Você mudou
Tempo passou
Mas num passado de primavera
Você continua a ser o que era.

Pressa

Standard

Rápido, quase voando
Correndo, não caminhando
Pura agilidade em ação
Só se esqueceu da direção.

Quase dadaísmo

Standard

Um versinho sobre nada
Mas não é dadaísta
É só ideia levada
Que partiu sem deixar pista.

Sideral

Standard

Voando pelo espaço
Numa nave espacial
Não se pensa em apressar passo
Se é viagem especial.

Poetisa

Standard

Por que chamá-la de poeta
Se há palavra mais precisa?
Honraria mais dileta
É chamá-la de poetisa.

Anônimo

Standard

Teria sido anjo
Ou um bom samaritano?
Melhor que seja anônimo
E esbarrar nele por engano.

Mercúrio

Standard

Corro. A velocidade é tanta
Mas parece lentidão e espanta
Velocidade, que dota de asas meus pés
Faz de mim Mercúrio que tu és.

Foto: Pexels

Pensamento que não virou fala

Standard

Seus mandos
Desmandos e modos
Me fazem mudo.

Insensibilidade naturalizada

Standard

No barulho da multidão
Só se ouve um coração
As pessoas, num turbilhão
Nem percebem a sensação.

Momentâneo

Standard

Vento brando
Vento leve
De quando em quando
Se esvai tão breve.

Augúrio dos astros

Standard

Eis que do céu, Marte,
Enxerga na guerra, arte
Faísca do fogo da guerra
Que tanto poder encerra.

Depois do final feliz

Standard

Se o segredo for revelado
Segredo não mais terá
Se o mistério for desvendado
O encanto se extinguirá.

Resquício

Standard

De todas as pessoas da cidade
E não sem razão
Algo mantém minha humanidade
Mesmo sem ter perdão
É de ti ter saudade.